a dignidade da diferença
26 de Fevereiro de 2009

 

 

Van Morrison tocou  integralmente, ao vivo, o excepcional «Astral Weeks», obra máxima do seu autor - a par de «Veedon Fleece» - e um dos registos mais impressionantes do que pode ser a música, quando tocada num regime de absoluta liberdade poética e formal, fruto do génio visionário do um músico verdadeiramente transcendente. É quase impossível imaginar como é que quatro músicos, que nunca tocaram juntos anteriormente, conseguiram criar naquelas míticas sessões de 1968 uma música simultaneamente lírica, alucinante e estratosférica, que só pode ter nascido num daqueles momentos únicos de telepática empatia entre os seus intérpretes.

Folk, jazz e poesia em voo livre e improvisado num dos melhores álbuns de sempre, seja qual for o género musical.

Enquanto esperam pelo DVD, comprem o disco (ao vivo ou o original, caso ainda o não possuam).

 

Sweet thing

 

publicado por adignidadedadiferenca às 23:35 link do post
26 de Abril de 2008

 

COMO É QUE SE ESQUECE UM ÁLBUM PERFEITO?

 

 

Eu sei que o genial «Astral Weeks» ofusca a carreira de qualquer compositor, mesmo a de um autor inadjectivável como Van Morrison. Mas nunca consegui compreender a razão porque «Veedon Fleece» nunca fez parte das listas de preferências que, habitualmente, costumam ser publicadas sobre os melhores ou mais marcantes discos de sempre.

Se reconheço a «Astral Weeks» o estatuto de álbum-charneira de Van Morrison e o considero um dos discos da minha vida, confesso que ouço muito mais vezes a obra de 1974, e é esta que, quase sempre, primeiro guardo no meu estojo dos afectos e recordações.

Quem, escutadas uma vez, consegue esquecer canções como Fair play, Streets of arklow, Bulbs, Cul de sac, Comfort you e, na verdade, todas as outras?

Astral Weeks foi quem deu o verdadeiro impulso e fez história, mas, se calhar, foi em 1974 que, de forma absolutamente sublime e harmoniosa, o desenvolvimento interior de uma melodia, a voz soul do cantor, a sua força mística e o peso da tradição celta mais livremente voaram sobre os nossos sentidos.

Algum dia se irá reparar a injustiça? 

publicado por adignidadedadiferenca às 22:33 link do post
Julho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Boa tarde,Sabe como posso contactar o autor deste ...
Boa tarde,Sabe como posso contactar o autor deste ...
Boa tarde,Sabe como posso contactar o autor deste ...
Boa tarde,Sabe como posso contactar o autor deste ...
Boa tarde,Confirmo o meu interesse no DVD Tristeza...
Boa tarde,Ainda tem o DVD do documentário Tristeza...
Caro Rui Gonçalves,Venho por este meio solicitar q...
Bom dia,Confirmo o meu interesse no DVD Tristeza e...
Olá. Confirmo o meu interesse no DVD Tristeza e Co...
Boa tarde,Sim, estou interessado no DVD. Pode cont...
Olá, sim ainda o tenho. Está interessado?
Boa tarde, Ainda tem o DVD do documentário Tristez...
blogs SAPO