a dignidade da diferença
05 de Dezembro de 2013

 

 

«Na sua vida, cada homem tem duas obrigações – deveres para com a família, os pais, a mulher e os filhos; e uma obrigação para com o seu povo, a sua comunidade, o seu país. Numa sociedade civilizada e humana, cada homem tem a oportunidade de cumprir esses deveres de acordo com as suas inclinações e capacidades. Mas, num país como a África do Sul, era quase impossível para um homem da minha proveniência e cor desempenhar essas obrigações. Na África do Sul, um homem de cor que tentasse viver como um ser humano era punido e isolado. Na África do Sul, um homem que tentasse cumprir o seu dever para com o seu povo era inevitavelmente arrancado à sua família e ao seu lar e obrigado a viver uma vida à parte, uma existência crepuscular de clandestinidade e rebelião.»

Nelson Mandela, Longo Caminho Para a liberdade.

18 de Julho de 2008

Homenagem mais do que merecida pelos 90 anos de Nelson Mandela, o homem que nos fez acreditar que a tolerância e a liberdade em África são possíveis.

 

 

«Nelson Mandela é um dos grandes líderes morais e políticos do nosso tempo cuja vida exemplar inteiramente consagrada à afirmação da dignidade do homem e à luta contra a opressão racial na África do Sul lhe valeu o prémio Nobel da Paz e a presidência do seus país. Desde a sua libertação triunfal em 1990, após mais de um quarto de século de prisão, Mandela passou a estar no centro do drama político mais fascinante e inspirador do mundo. Como presidente do Congresso Nacional Africano e chefe do movimento anti-apartheid da África do Sul, desempenhou um papel fulcral na passagem do seu país para um governo multi-racial e da maioria. É mundialmente admirado como uma força vital na luta pelos direitos humanos e pela igualdade racial.

Longo Caminho para a Liberdade é a sua comovente e estimulante autobiografia, um livro que merece um lugar ao lado das memórias mais prestigiadas das grandes figuras da História. Pela primeira vez, Nelson Rolihlahla Mandela conta a história extraordinária da sua vida – uma narrativa épica de luta, contrariedades, esperança renovada e triunfo final que era, até este momento, praticamente desconhecida.

Para milhões de pessoas em todo o mundo, Nelson Mandela representa, como nenhuma outra personalidade viva, o triunfo da dignidade e da esperança sobre o desespero e o ódio.

Longo Caminho para a Liberdade condensa esse espírito num livro para sempre.»

 

De Longo Caminho para a Liberdade, editado no nosso país pela Campo das Letras, em 1995

 

Um texto com 13 anos, mas que se mantém perfeitamente actual.

 

Maio 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Que bom é procurar sempre. ...
É falso que o fenómeno tenha ocorrido no preciso m...
Acho que você é quem deveria pensar pela sua cabeç...
Experimente ler "Fátima, Milagre ou Construção?, u...
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
blogs SAPO