a dignidade da diferença
01 de Setembro de 2008

 

Old hag you have killed me - The Bothy Band (1976)

 

 

A poção mágica que veio da Irlanda

 

 

Se é certo que os The Chieftains, os Clannad ou os Plantxy têm um peso histórico porventura superior - se outro motivo não houvesse, bastaria invocar a longevidade da carreira de cada um deles –, e todos eles são exemplos paradigmáticos de óptima música irlandesa de inspiração tradicional (com muitos pontos altos e alguns menos meritórios, como acontece geralmente com os grupos ou bandas que permanecem juntos por longos anos), a verdade verdadinha é que a minha maior paixão musical daquele pequeno canto da Europa teve uma duração meteórica – apenas três álbuns publicados em meados da década de 1970 -, mas a excelência da sua música brilhou como poucas naquela época. 

São os The Bothy Band, caíram, com toda a certeza, no caldeirão da poção mágica, pois, só assim poderiam ter sido aquilo que foram: um autêntico cometa musical, vibrante e vertiginoso, que assinou, em 1976, a mais emblemática e avassaladora obra de música tradicional irlandesa: Old hag you have killed me.

 

 

 

Um fulgurante requinte instrumental serve de base à clareza e beleza alucinante da voz de Triona Ní Dhomhnaill. Flauta, violino, «uileann pipes», guitarras, bouzouki e tantos outros instrumentos convergem telepaticamente para uma estonteante harmonia numa sequência ímpar de canções imaculadas e perigosamente próximas da perfeição absoluta. E Calum sgaire converte logo à primeira audição o ateu mais convicto.

Um momento de génio e um marco inesquecível na história da música daquele país que, em 1995, deixou descendência directa: I won’t be afraid any more dos Nomos.

 

 

 

publicado por adignidadedadiferenca às 00:07 link do post
Maio 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Que bom é procurar sempre. ...
É falso que o fenómeno tenha ocorrido no preciso m...
Acho que você é quem deveria pensar pela sua cabeç...
Experimente ler "Fátima, Milagre ou Construção?, u...
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
blogs SAPO