a dignidade da diferença
29 de Dezembro de 2008

 

 

Sendo, naturalmente, uma opinião (muito) pessoal e subjectiva e, por essa razão, sujeita a variações de gosto (quase) diariamente, aqueles que hoje considero os melhores filmes de 2008 poderiam não constar pela mesma ordem numa próxima lista que supostamente poderia publicar. O mesmo se irá passar, sem dúvida, com a escolha dos melhores livros e dos melhores discos. E depois da breve introdução, vamos ao que interessa.

Indecisão angustiante para a escolha do melhor filme até à última hora entre  aquele que considero visualmente o mais poderoso filme americano do ano, «Haverá sangue», e o espírito livre e poético (com reminiscências de Dovjenko e Tarkovski) de «Alexandra».

Cinema americano de qualidade é coisa cada vez mais rara e eleger uns quantos tornou-se bem difícil, exceptuando o filme dos irmãos Coen «Este país não é para velhos». Com mais esforço consegui chegar a Spielberg – que realizou o melhor filme descaradamente comercial – e a Todd Haynes, com a vibrante e nada convencional homenagem a Bob Dylan.

No resto do planeta o mais entusiasmente veio de França com os excelentes «Corações» e «O segredo de um cuscuz», que encontraram a solução mais feliz para ultrapassar o eterno problema entre cinema popular e cinema de autor, merecendo também referência os muito bons «A turma» e «Os amores de Astrea e de Celadon».

A nota final vai para o único filme de animação a merecer destaque, o belíssimo «Wall.E».

A lista é esta e fica sujeita à vossa apreciação crítica. Deixo-vos ainda com uma pequena lista com os 5 filmes mais importantes editados no nosso país em DVD. Mais tarde virão os 20 melhores discos (entre pop, jazz e música «clássica») e os 12 melhores livros.

 

 

10. I’m not there, Todd Haynes

  9. Wall.E, Andrew Stanton

  8. Indiana Jones e a caveira de cristal, Steven Spielberg

  7. A turma, Laurent Cantet

  6. Os amores de Astrea e de Celadon, Eric Rohmer

  5. Corações, Alain Resnais

  4. Este país não é para velhos, Ethan e Joel Coen

  3. O segredo de um cuscuz, Abdellatif Kechiche

  2. Haverá sangue, Paul Thomas Anderson

  1. Alexandra, Aleksandr Sokurov

 

 

 

OS CINCO MELHORES FILMES DO ANO EM DVD

 

  5. Deserto vermelho, Michelangelo Antonioni

  4. O anjo, Ernst Lubitsch

  3. Elena e os homens, Jean Renoir

  2. O desejo humano, Fritz Lang

  1. O evangelho segundo São Mateus, Pier Paolo Pasolini

 

O evangelho segundo São Mateus

publicado por adignidadedadiferenca às 20:09 link do post
http://www.foriegnmoviesddl.com/
Manuel a 29 de Dezembro de 2008 às 22:12
Já fui ver e é óptimo. Vai dar de mamar a muita gente. thanks.
Excelente lista de filmes. Nas minhas preferências também vão constar alguns desses títulos.
Victor Afonso a 30 de Dezembro de 2008 às 14:16
Obrigado. Também estou bastente curioso em ver a lista do Victor. P.S: Bom ano.
Bom ano Rui!
Manuel a 31 de Dezembro de 2008 às 14:57
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
20
22
24
25
26
27
28
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É falso que o fenómeno tenha ocorrido no preciso m...
Acho que você é quem deveria pensar pela sua cabeç...
Experimente ler "Fátima, Milagre ou Construção?, u...
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
blogs SAPO