a dignidade da diferença
10 de Junho de 2010

 

Dead Combo Vol.1 (2004)

 

 

«Algures no princípio do séc. XXI, juntaram-se à esquina, na cidade de Lisboa dois vadios, um “cavalo de fogo” magro de 66, solitário de cartão e face vincada, o outro alto de 70, vindo do meio escuro do jazz, signo “cão”, ambos juraram vingar os mortos e fazer ressuscitar os vivos. Marcados pela BD, trazem a saudade esbanjada nos bolsos e a alma muda perdida em filmes negros. Tocam Lisboa, a cidade do campo, das chaminés e das cúpulas brancas, cenários de um passado perdido, o fado, o western vadio, tudo junto num vudu de emoções, o Tejo, os amantes desencontrados, anjos abandonados nas encruzilhadas do destino, flores com cores trocadas, santos, câmaras ardentes, guitarras despidas, cuspidas e deitadas à rua, contrabaixo em fogo, cartolas, galinhas à solta e coisas que rolam na rua. Ali encostados à parede no meio desta confusão, os dois trincam pecados de maçã, enquanto olham para Ti…»

Nada mais exacto. Este pequeno texto, que acompanha a edição do disco de estreia dos Dead Combo, faz a radiografia perfeita da atmosfera sonora que se respira nesta obra notável. Música individualizada e personalizada, vincadamente portuguesa, mas que aceita todas as contaminações exteriores que contribuam para o seu enriquecimento.

O grupo seguiu, naturalmente, o seu caminho, tornando a sua música um pouco mais encorpada, acolhendo, aqui e ali, outros elementos que moldaram o seu trilho sonoro. Mas o que este disco trouxe de essencial ficou: Morricone semi-destilado, melancolia e fado em tom pastel, rosas queimadas em zinco e uma guitarra que se cansou de morder o pó da estrada.

Um pequeno mas notável gesto de amor livre e solitário.

 

Viúva Negra

 

publicado por adignidadedadiferenca às 02:07 link do post
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
19
21
22
24
25
26
27
29
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É falso que o fenómeno tenha ocorrido no preciso m...
Acho que você é quem deveria pensar pela sua cabeç...
Experimente ler "Fátima, Milagre ou Construção?, u...
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
blogs SAPO