a dignidade da diferença
10 de Agosto de 2008

 

Dói um bocado assistir ao estado razoavelmente abandonado em que se encontra o Jardim Botânico da Universidade de Lisboa, célebre jardim científico que foi projectado em meados do século XIX e, segunda reza a história, começado a plantar em 1873 - por iniciativa dos professores Conde de Ficalho e Andrade Corvo -, vindo a ser inaugurado durante o ano de 1878.

 

Se é verdade que mantém uma enorme diversidade de plantas oriundas dos quatro cantos do mundo - basta consultar o pequeno folheto que é fornecido aos visitantes para se ficar a saber da notável variedade de palmeiras de todos os continentes, da preservação das cicadáceas, da riqueza em espécies tropicais originárias da Austrália, Nova Zelândia, China, Japão e América do Sul, sem esquecer as particularidades dos microclimas criados neste Jardim -, o desmazelo provocado pela falta de condições financeiras para a sua manutenção regular, cria um certo desconforto em quem por lá passa, embora deva reconhecer que, apesar de tudo isso, não deixamos de passar uma tarde (como foi o meu caso) agradável e de sentir algum fascínio pelo tom declaradamente romântico de finais do século XIX que se vive naquele espaço.

 

Resta aguardar pela aprovação de novos projectos para a sua recuperação, porque, evidentemente, seria uma pena perder-se um espaço tão significativo e um dos ex-libris da capital.

Vale a pena também visitar, dentro do jardim, o Lagartagis, a estufa aberta ao público e destinada à criação de borboletas comuns da fauna europeia nas diversas fases do seu ciclo de vida.

 

publicado por adignidadedadiferenca às 01:00 link do post
Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
16
20
21
24
25
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É falso que o fenómeno tenha ocorrido no preciso m...
Acho que você é quem deveria pensar pela sua cabeç...
Experimente ler "Fátima, Milagre ou Construção?, u...
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
blogs SAPO