a dignidade da diferença
08 de Fevereiro de 2008

                           Pause - Four Tet (2001)

 

 

 

Caixas de música chinesas, esculpidas em filigranas electrónicas, que encaixam na perfeição em pequenas abstracções acústicas, caminham lado a lado com mosaicos de world music à deriva, apanhados no meio do trânsito caótico em cenário de fim de século, reflectidos num espantoso e delicado ambientalismo sonoro concretizado por um músico/pintor que utiliza, simultaneamente, as telas coloridas de Seurat, de Renoir e de Turner, e os sons do jazz, da folk e do trip-hop, para nos dar a sua visão pictórica do mundo, que abraça o romantismo, o paisagismo e o impressionismo.

publicado por adignidadedadiferenca às 00:54 link do post
Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
16
17
18
19
21
22
23
24
26
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É falso que o fenómeno tenha ocorrido no preciso m...
Acho que você é quem deveria pensar pela sua cabeç...
Experimente ler "Fátima, Milagre ou Construção?, u...
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
blogs SAPO