a dignidade da diferença
30 de Janeiro de 2010

 

 

 

Pequenas e preciosas peças musicais assinadas por Kieran Hebden (Four Tet) e Stephen Merrit, dos Magnetic Fields. Bordados electro-acústicos, relojoaria digital encantatória, improvisação e abstracção sonora no magnífico There Is Love In You; ou esboços acústicos de melodias de bolso, pop/folk descarnada e textos com assento tónico na malícia filtrados pela requintada mão de Merrit no recente Realism. Depois do passo em falso dado com Distortion, o regresso aos óptimos tempos de 69 Love Songs e i.

 

Walk a Lonely Road

 

Angel Echoes

 

publicado por adignidadedadiferenca às 18:42 link do post
24 de Janeiro de 2010

 

Na última década do século vinte, escândalos públicos ocorridos em vários países, e envolvendo titulares de cargos políticos, colocaram na ordem do dia o problema da responsabilização dos governantes e relançaram, em consequência, o debate público em torno de uma questão que se revela central para a qualidade de qualquer democracia.

Muito por força desses desenvolvimentos, recrudesceu o interesse pela criminalidade política, pelos crimes de responsabilidade e também pelo confronto entre a responsabilidade criminal e a responsabilidade política. Se bem que esta última tenha sido objecto de menor atenção no contexto do debate sobre a “criminalidade dos governantes”, ela não deixa de ser um eixo fulcral de análise para a compreensão e o estudo do nível de moralidade pública das modernas democracias.

 

In A Responsabilidade Política, da autoria de José de Matos Correia e de Ricardo Leite Pinto, Professores da Universidade Lusíada de Lisboa.

 

publicado por adignidadedadiferenca às 01:11 link do post
14 de Janeiro de 2010

 

June Tabor - Always (2005)

 

 

 

 

publicado por adignidadedadiferenca às 20:33 link do post
13 de Janeiro de 2010

 

publicado por adignidadedadiferenca às 21:40 link do post
10 de Janeiro de 2010

 

To Be Still, Alela Diane

 

The Farewell Concerts, Alfred Brendel

 

Noble Beast/Useless Creatures, Andrew Bird

 

Grains, Boozoo Bajou

 

Sacrificium, Cecilia Bartoli

 

Bel Canto, Elina Garanca

 

DR Boondigga And The Big BW, Fat Freddys Drop

 

Blood From a Stone, Hanne Hukkelberg

 

The Seven Last Words of Christ on the Cross, Haydn/Frans Bruggen

 

Lindstrom & Prins Thomas II, Lindstrom & Prins Thomas

 

Things Have Got to Change, Marty Ehrlich Rites Quartet

 

Teatro d'Amore, Monteverdi/Christina Pluhar

 

The First Days of Spring, Noah And The Whale

 

Checkmate Savage, The Phantom Band

 

Mostly Coltrane, Steve Kuhn Trio

 

The BQE, Sufjan Stevens

 

Symphony n.º 5/Francesca da Rimini, Tchaikovsky/Gustavo Dudamel

 

Live At The Folklore Center, NYC ~ March 6, 1967, Tim Buckley

 

Glitter And Doom Live, Tom Waits

 

Here's The Tender Coming, The Unthanks

 

07 de Janeiro de 2010

 

As Praias de Agnès, Agnès Varda

 

A Valsa Com Bashir, Ari Folman

 

Gran Torino, Clint Eastwood

 

Milk, Gus Van Sant

 

Inimigos Públicos, Michael Mann

 

Ne Change Rien, Pedro Costa

 

Up, Pete Docter

 

Sacanas Sem Lei, Quentin Tarantino

 

 

 

05 de Janeiro de 2010

 

Estava eu pronto para continuar com as listas referentes ao balanço final de 2009, quando fui surpreendido por este desaparecimento totalmente inesperado. Deixo-lhe uma singela homenagem com a minha canção preferida (do belíssimo The Living Road).

 

 

 

My Name

 

publicado por adignidadedadiferenca às 00:06 link do post
tags:
03 de Janeiro de 2010

 

Dois mil e nove foi um ano de boa colheita para a música nacional. Por uma vez foi possível fazer uma lista com doze discos de qualidade - como se fosse um por cada mês de calendário - e ainda ficaram uns quantos de fora. Voltará a repetir-se?

 

Uma Autora 202 Canções, Amélia Muge

 

B Fachada, B Fachada

 

Cacique'97, Cacique'97

 

Kronos, Cristina Branco

 

Joana Carneiro/Orquestra Gulbenkian/Tchaikovsky, Joana Carneiro

 

Muda Que Muda, João Coração

 

Três Cantos Ao Vivo, José Mário Branco/Sérgio Godinho/Fausto

 

Assim Falava Jazzatustra, Júlio Resende

 

Meio Disco, Os Quais

 

Tasca Beat - O Sonho Português, OqueStrada

 

Luminismo, Ricardo Rocha

 

Nem Lhe Tocava, Samuel Úria

 

03 de Janeiro de 2010

 

Foi sem dúvida imensa a obra literária, cinematográfica e, principalmente, musical criada por esse mundo fora durante os doze meses do ano que findou. Por essa razão, face ao desconhecimento de quase tudo o que foi saindo por aí, torna-se não só ingrata como manifestamente ridícula a tarefa de procurar eleger os melhores livros, filmes ou discos do ano transacto.

Assim, dadas as circunstâncias, resta-me divulgar uma pequena lista - entre as poucas coisas que li, vi e ouvi – dos livros, dos filmes e dos discos de que mais gostei e que foram objecto de publicação (ou republicação) durante o ano de 2009.

Uma lista de A a Z e não por ordem de preferência, como convém.

 

LIVROS:

 

Como Proust Pode Mudar a Sua Vida, Alain de Botton 

 

O Resto é Ruído, Alex Ross

 

Caim, José Saramago

 

A Volta Ao Dia Em 80 Mundos, Julio Cortázar

 

As Aventuras de Huckleberry Finn, Mark Twain

 

As Meninas da Numídia, Mohamed Leftah

 

Obra Completa, Nuno Bragança

 

Os Irmãos Tanner, Robert Walser

 

A Montanha Mágica, Thomas Mann

 

Canções de Inocência e de Experiência, William Blake

 

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
31
subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É falso que o fenómeno tenha ocorrido no preciso m...
Acho que você é quem deveria pensar pela sua cabeç...
Experimente ler "Fátima, Milagre ou Construção?, u...
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
blogs SAPO