a dignidade da diferença
03 de Setembro de 2012

 

 

Ontem não desperdicei a oportunidade de rever Opening Night, realizado em 1977 por John Cassavetes, um dos autores mais importantes do cinema independente (e do cinema em geral, obviamente). Convivendo naturalmente com o mundo do teatro, o filme de Cassavetes aborda de forma magistral alguns dos temos mais caros ao seu autor, tais como a complexa relação existente entre a atriz principal (fabulosa representação de Gena Rowlands) e a personagem que interpreta, ou a meditação fascinante sobre os seus medos, angústias e perturbações. Mas não se fica por aqui a obra do saudoso realizador norte-americano; Cassavetes explora e adensa o receio pela perda de quem tanto depende do fulgor físico, realça as emoções à flor da pele, desnuda as pequenas dores da alma, enfrenta os paradoxos existenciais sobre o envelhecimento. Mas, numa escala de valores minimamente séria, tão importante como os temas que se abordam é a linguagem (cinematográfica) que se utiliza para a sua divulgação. E neste domínio Cassavetes também não falha: a mise-en-scène é simples mas expressiva, mergulha nas ideias de forma cuidada mas incisiva e a câmara dialoga com as personagens de forma lúcida e por métodos singulares e inesperados. E se tudo o que já se disse espelha fielmente aquilo que o filme tem de muito bom, verdadeiramente inesquecível é a lição que o cineasta demonstra ter aprendido com o genial Ingmar Bergman: mostrar através do rosto aquilo que nos vai na alma (os famosos e fabulosos grandes planos). Contudo, numa época em que assistimos inertes à absoluta relativização dos valores culturais e ao definhamento desavergonhado do gosto comum, aposto que já (quase) ninguém quererá hoje em dia ver este filme.

 

publicado por adignidadedadiferenca às 21:12 link do post
é um filme brutal. brutal.
sem-se-ver a 6 de Setembro de 2012 às 21:39
Sem dúvida. :-) Nem preciso de me explicar. Não disse tudo, mas já disse muito...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
30
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
Pelo tema, enquadra-se nela sem grande esforço...
Fausto n e da tetralogia. Mas dolce. Q trata do du...
Parece-me uma boa escolha. O som é bom e a qualida...
blogs SAPO