a dignidade da diferença
09 de Maio de 2008

 

Varttina (discografia de 1992 a 1994), os anos em que a Escandinávia tomou conta, musicalmente, do resto da Europa

 

 

Por esta altura, existia na Europa e dentro do género «world music», ou música tradicional, muitas e óptimas possibilidades de escolha. Desde os Lo Jai, passando por La Ciapa Rusa, Gabriel Yacoub (dos excelentes Malicorne), Riccardo Tesi, Taraf de Haidouks, Quintet Clarinettes, até aos Perlinpinpin Folc, Múzsikas e tantos, tantos outros. Uns com uma visão mais purista da tradição, outros mais arrojados e arriscando pisar o futuro, mas todos com uma intuição e atitude perante a música, consideravelmente inventiva.

 

Contudo, foi preciso esperar pela chegada das (ou dos) Varttina e, principalmente, dos Hedningarna (de quem falaremos a seguir), para que a bússola musical apontasse definitivamente a norte e fizesse chegar da Finlãndia e da Suécia, o que ainda não tinha sido escutado pelos nossos ouvidos.

 

A música das Varttina, aparentemente, não parece fugir muito do registo tradicional imaculado, mas, após algumas audições mais atentas, o que se começa a revelar é uma espantosa dose de extroversão, fazendo de cada actuação uma celebração efusiva e irresistivelmente festiva.

Música exuberante e universal onde, por aqueles dias, habitava uma energia ímpar em que um belíssimo conjunto de vozes tomava as rédeas da ebulição instrumental e voavam, literalmente, sobre o mundo.

Absolutamente imprescindíveis.

 

 

publicado por adignidadedadiferenca às 00:43 link do post
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
20
26
31
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
Pelo tema, enquadra-se nela sem grande esforço...
Fausto n e da tetralogia. Mas dolce. Q trata do du...
Parece-me uma boa escolha. O som é bom e a qualida...
blogs SAPO