a dignidade da diferença
10 de Novembro de 2011

 

 

«Embora existam razões para pensar que matar um ser consciente de si geralmente é pior do que matar outro tipo de ser, a maior parte dessas razões é favorável, e não adversa, à eutanásia, especialmente no caso da eutanásia voluntária. Ainda que este resultado possa parecer surpreendente à primeira vista, na verdade limita-se a reflectir o facto de que aquilo que os seres conscientes de si têm de especial é o facto de poderem saber que existem ao longo do tempo e que, caso não morram, continuarão a existir. Geralmente esta continuação da existência é intensamente desejada. No entanto, quando a existência futura expectável deixa de ser desejada, o desejo de morrer pode ocupar o lugar do desejo normal de viver, invertendo as razões para não matar que se baseiam no desejo de viver. Deste modo, pode-se sustentar que a defesa da eutanásia voluntária é muito mais forte do que a defesa da eutanásia não voluntária.»

Peter Singer in Escritos Sobre Uma Vida Ética, Publicações Dom Quixote. Tradução de Pedro Galvão, Maria Teresa Castanheira e Diogo Fernandes.

publicado por adignidadedadiferenca às 00:01 link do post
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
15
16
17
18
19
20
22
24
25
26
28
29
30
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
Pelo tema, enquadra-se nela sem grande esforço...
Fausto n e da tetralogia. Mas dolce. Q trata do du...
Parece-me uma boa escolha. O som é bom e a qualida...
blogs SAPO