a dignidade da diferença
23 de Outubro de 2011

 

 

Quase ninguém, hoje em dia, se interessa pela crítica; seja ela sobre cinema, literatura, pintura, música, teatro ou sobre qualquer outra forma de expressão artística. E, dos poucos que restam, a sua preocupação dirige-se essencialmente para as estrelas que os críticos dão – só lhes interessa saber se gostam ou não –, havendo muito pouco espaço para a leitura e compreensão dos textos (é verdade que muitos críticos também ajudam muito pouco). A grande maioria das pessoas fala daquilo que (quase) não sabe, não se envergonha com a sua ignorância, não procura debater ideias ou esgrimir argumentos, não quer sobretudo entender a razão dos outros. Conheço muito poucos que tenham lido, por exemplo, livros sobre cinema, sobre música, sobre pintura, ou ensaios sobre literatura. Não se procura cimentar uma ideia de debate crítico. Saber um pouco (ou melhor, muito) da sua história era capaz de ajudar bastante. Na medida em que talvez contribua para estruturar melhor e densificar mais o raciocínio, em prol da liberdade crítica e da autonomia de pensamento. Uma boa maneira de começar é pegar na óptima Biografia do Filme, do escocês Mark Cousins, conhecido crítico e produtor de filmes. Trata-se de uma boa história do cinema, escrita por quem procura traçar de uma forma sistematizada, com a profundidade que uma obra destas sempre limitará, a evolução do cinema enquanto indústria e linguagem estética. O seu autor distancia-se do percurso normal característico destes trabalhos, dirigido basicamente à enunciação das obras-primas, percorrendo sobretudo os factores típicos de importantes movimentos, a inovação estética e os filmes que mostraram o futuro, através de um notável sentido de concisão e informação. Trata-se de um trabalho muito competente e estimulante que poderá despertar nos seus leitores o desejo de procurar os filmes que não conhecem e regressar aos que já assistiram mas que merecem outra atenção.

publicado por adignidadedadiferenca às 00:10 link do post
Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
20
21
22
24
25
27
28
29
31
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
Pelo tema, enquadra-se nela sem grande esforço...
Fausto n e da tetralogia. Mas dolce. Q trata do du...
Parece-me uma boa escolha. O som é bom e a qualida...
blogs SAPO