a dignidade da diferença
17 de Junho de 2011

 

 

Assusta-nos imenso que futuros magistrados revelem esta absoluta falta de princípios e este tipo de comportamento tão pouco ortodoxo (já nem nos referimos à tamanha demonstração de estupidez) – terá condições para julgar quem não tem a mínima noção do que é viver em sociedade como um ser livre e responsável? Inquieta-nos igualmente que a direcção do CEJ – Centro de Estudos Judiciários não tenha encontrado uma solução melhor do que a tornada pública para penalizar os prevaricadores – enfim, atribuir 10 valores por se considerar - como afirmou Luís Eloy, director-adjunto do CEJ - «a solução mais equilibrada, já que estamos no fim do ano lectivo e já havia outros exames marcados, o que impedia a repetição deste teste», não nos faz mudar a opinião de que, no fundo, o que se procurou foi evitar uma grande maçada. Toda esta trafulhice é decepcionante, mas, infelizmente, já não nos surpreende (como, a propósito, se pode ver aqui). É só mais um caso triste de gente responsável que lida com este tipo de problemas com a mesma sensibilidade do elefante quando entra numa loja de porcelanas. A directora da instituição, por exemplo, veio dizer que «quem nunca prevaricou na faculdade que atire a primeira pedra». É verdade, mas, até hoje, não se tinha pactuado com situações destas e o copianço nunca atingiu esta dimensão. Será que ninguém repara na diferença de preparação entre quem é aprovado por copiar e quem passa porque realmente sabe? Este país e esta sociedade estão a mudar. Não nos convencem de que é para melhor.

publicado por adignidadedadiferenca às 22:12 link do post
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
18
19
20
21
23
24
25
26
28
30
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
Pelo tema, enquadra-se nela sem grande esforço...
Fausto n e da tetralogia. Mas dolce. Q trata do du...
Parece-me uma boa escolha. O som é bom e a qualida...
blogs SAPO