a dignidade da diferença
01 de Fevereiro de 2011

  

 

John Barry foi um dos raríssimos genuínos criadores de música para cinema – a par de Ennio Morricone, Bernard Herrmann e poucos mais -, responsável por pequenos desvios estéticos no género que resultaram num respeitável grupo de admiradores confessos como foi o caso, por exemplo, dos Specials, de Fred Frith ou dos Portishead do genial Dummy. A visão estética do emblemático compositor era a coordenação quase perfeita, através da exploração laboratorial, de elementos aparentemente paradoxais: a ressonância timbríca dos estúdios da EMI, a aventura electrónica, os devaneios do easy listening, a concisão minimalista, a erudição bebida em Boulez e Stockhausen, as impurezas da pop ou o aroma do jazz. E se ultimamente a sua música foi ao encontro de um conceito francamente mais conservador e mainstream - que não será muito do nosso agrado – a verdade é que, inicialmente, ela era suficientemente agreste, vibrante e magnífica para reservar a John Barry um merecido lugar na história. 

 

publicado por adignidadedadiferenca às 20:37 link do post
Bom dia,

A dignidade da diferença está novamente em destaque nos Blogs do SAPO, em http://blogs.sapo.pt

Boa continuação!

Pedro
Pedro a 2 de Fevereiro de 2011 às 11:07
Isto começa a tornar-se um mau hábito. Enchem-me de mimos. Obrigado.
Parabéns pelo destaque!:)
Sara a 2 de Fevereiro de 2011 às 15:16
Obrigado. :-)
Belos tempos, belas músicas de 007...
Maria Araújo a 2 de Fevereiro de 2011 às 19:32
Sem dúvida. Magnífica música...
A cultura deve ser preservada a todo o custo. Por isso peço desculpa por vir ocupar este espaço que é seu para, juntos, divulgarmos os IX JOGOS FLORAIS DE AVIS, cujo regulamento já se encontra disponível em www.aca.com.sapo.pt
Obrigado.
Fernando Máximo/Avis
Amigos do Concelho de Aviz a 4 de Fevereiro de 2011 às 08:30
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
14
16
18
20
21
22
24
25
28
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É falso que o fenómeno tenha ocorrido no preciso m...
Acho que você é quem deveria pensar pela sua cabeç...
Experimente ler "Fátima, Milagre ou Construção?, u...
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
blogs SAPO