a dignidade da diferença
22 de Janeiro de 2011

  

 

Na edição escrita do semanário Expresso, que saiu esta manhã (primeiro caderno), deparámos com uma notícia que entristece qualquer um: «Obras-primas da arquitectura portuguesa votadas ao abandono». Não sei o que se poderá fazer em concreto para inverter a situação, nem quais as razões que contribuíram para este avançado estado de degradação. Mas dói ver como a nossa história e o nosso património cultural são tal maltratados e correm o sério risco de desaparecer. Trata-se de duas obras da autoria dos arquitectos Fernando Távora e Viana de Lima, construídas na década de 1950, ambas localizadas no concelho de Esposende. Deram um contributo assinalável para a renovação estética da arquitectura moderna portuguesa e são um marco importante da sua história. E se a solução para o acentuado estado de degradação da casa assinada por Fernando Távora foi bloqueada por questões de heranças, já a casa de Viana de Lima vai, contra o acentuado pessimismo geral, passar por um louvável processo de recuperação. Enfim, mesmo nas más notícias há, por vezes, coisas boas. 

 

 

publicado por adignidadedadiferenca às 01:08 link do post
Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
15
16
17
18
20
21
24
26
27
28
29
31
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
Pelo tema, enquadra-se nela sem grande esforço...
Fausto n e da tetralogia. Mas dolce. Q trata do du...
Parece-me uma boa escolha. O som é bom e a qualida...
blogs SAPO