a dignidade da diferença
29 de Novembro de 2010

 

 

Com a aplicação dos novos métodos de revista a passageiros – através de um scanner corporal de raios x ou de exame manual -, os Estados Unidos, invocando razões de segurança, foram longe de mais nos seus intentos e violaram inacreditavelmente os mais básicos princípios da dignidade humana, os quais, se bem se recordam, são apanágio dos Estados de direito assentes na democracia liberal. Como é que um país fundado nos mais elementares princípios do liberalismo político abdica deles por razões de segurança? É certo que existe hoje um conflito entre dignidade e segurança, mas haverá legitimidade para as autoridades de um Estado fazerem detenções ou buscas, sem haver qualquer suspeita ou outro fundamento razoável? Será que já vale tudo e, para manter a sua segurança, os cidadãos terão que se sujeitar a situações como as vividas por uma sobrevivente de cancro, que se sujeitou à exibição da sua prótese mamária, ou pelo homem que teve um tumor na bexiga e ficou encharcado quando um segurança o apalpou furando o saco urinário? Para completar a polémica, embora a Autoridade para a Segurança nos Transportes (TSA) garanta que as imagens de raio x são eliminadas, já surgiram milhares delas na Net.

 

publicado por adignidadedadiferenca às 23:37 link do post
já lhe disse que nunca hei-de ir aos states?


(antes de mais este atropelo, já havia outras ponderosas razões, entre as quais eles serem completamente doidos, como mais isto comprova outra vez)
sem-se-ver a 3 de Dezembro de 2010 às 23:38
E sabe-se lá o que vem a seguir.
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
14
15
16
17
18
19
22
23
26
27
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É falso que o fenómeno tenha ocorrido no preciso m...
Acho que você é quem deveria pensar pela sua cabeç...
Experimente ler "Fátima, Milagre ou Construção?, u...
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
blogs SAPO