a dignidade da diferença
23 de Outubro de 2010

 

 

Peter Carey inspirou-se em Alexis de Tocqueville para moldar Olivier de Garmont, personagem central de Parrot e Olivier na América, a par de John Larrit, este último conhecido pela sua alcunha Parrot. Olivier é o paradigma do aristocrata que obteve uma educação primorosa, enquanto Parrot é o seu oposto: um proletário inglês jacobino. Juntos visitam a América, o primeiro em busca de inspiração para renovar o sistema prisional francês; o segundo acompanha-o fazendo-se passar por secretário, mas na realidade a sua tarefa é a de espiar o aristocrata francês.

Entre muitas outras coisas de não somenos importância, Carey explora neste magnífico romance - escrito numa linguagem bela, livre e apurada, assente em pequenos e deliciosos pormenores que enriquecem sobremaneira a sua escrita -, o conceito de liberdade como força motriz da democracia ou o papel da cultura na sociedade contemporânea. Fá-lo rebuscando costumes da época que retrata ou, num plano diametralmente oposto, revelando de forma clara e detalhada a América de hoje, questionando, aqui e ali, o futuro da democracia, a qual tanto é motivo de reparo como de esperança.

Muito talento, mais rigor histórico, entusiasmo e humor servidos na dose certa, convidam o leitor a manter-se vivo durante as cerca de 500 páginas do romance que quase deu ao seu autor, pela terceira vez na carreira deste, o Man Booker Prize. E para terminar, fica, a propósito, a sugestão de leitura do clássico Da democracia na América de Tocqueville. 

publicado por adignidadedadiferenca às 13:34 link do post
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
18
20
21
22
24
25
27
28
29
31
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Não consigo vislumbrar uma ligação directa entre a...
Parece-me que existe uma grande crise de valores e...
Não me parece que a crise de valores ou os valores...
Muito bem! Embora nos dias de hoje e na sociedade ...
Certo; tudo bem que existissem questões políticas ...
Já tive o livro, de facto. Contudo, foi mais ou me...
CaroEstou a procura do livro fatima nunca mais mas...
Não deixa de ser um belo aforismo...
O que é a vida, senão um turbilhão de pensamentos ...
Pelo tema, enquadra-se nela sem grande esforço...
Fausto n e da tetralogia. Mas dolce. Q trata do du...
Parece-me uma boa escolha. O som é bom e a qualida...
blogs SAPO